Se essa rota fosse minha

São João del Rei

22/09/2016

Do alto das torres de igrejas centenárias ecoam mensagens aos moradores de São João del-Rei. Os sinos a repicar mantêm viva a tradição barroca e cumprem uma nobre missão: a comunicação. A melodia dos antigos instrumentos de bronze chama os católicos para missas e procissões, dá notícias de mortes, anuncia datas festivas e até alerta o povo sobre calamidades. Em plena era tecnológica, a cidade colonial ainda cultua o badalar dos sinos, que, desde 2009, é considerado um bem imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Nessa tradição, o campanário da Catedral de Nossa Senhora do Pilar é o palco principal.

 

Além das igrejas centenárias, o Centro Histórico abriga um lindo casario colonial, com ótimos restaurantes e lojas de artesanato.

Uma dica das Rotas ALE é visitar a Taberna d’Omar, com deliciosos pães artesanais e um chocolate quente com pimenta rosa dos deuses. 


Ver todas publicações