Se essa rota fosse minha

Caxambu

23/10/2016

Águas minerais, gasosas, diuréticas, desintoxicantes, relaxantes... O Parque das Águas de Caxambu reúne 12 fontes com propriedades medicinais diferenciadas e suas charmosas alamedas arborizadas mantêm o clima bucólico dos tempos do Brasil Império. O lugar ostenta fama desde 1868, quando a Princesa Isabel e seu marido, o Conde d’Eu, foram a Caxambu em busca de tratamento para a infertilidade. Graças às águas ferruginosas da cidade do Sul de Minas, a princesa se curou de uma anemia e, coincidência ou não, conseguiu engravidar em seguida.

 

Esse fato levou aristocratas, políticos, burgueses e intelectuais a Caxambu nas primeiras décadas do século XX e imponentes hotéis foram erguidos. No mais tradicional e glamouroso deles, o Hotel Glória – hoje repaginado e moderno –, um cassino funcionou por treze anos consecutivos.

Outra atração de Caxambu é o teleférico, que percorre 908 e atravessa o Parque das Águas até o mirante do Morro Caxambu. Lá no alto, além de um cruzeiro datado de 1929 e da estátua do Cristo, tem-se uma bela vista da Serra da Mantiqueira.


Ver todas publicações