Se essa rota fosse minha

Guarda do Embaú

À primeira vista, a Guarda do Embaú decepciona os visitantes com uma entrada desleixada da praia. Mas basta cruzar (nadando ou de barquinho) o Rio da Madre, para chegar ao litoral e se apaixonar pelo lugar com sua extensa faixa de areia branca e água do mar cristalina. O distrito de Palhoça, 57 quilômetros ao Sul de Florianópolis, fica dentro do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro e é muito bem-preservado.

Nós fizemos a trilha de 30 minutos até a Prainha da Guarda do Embaú e nos encantamos com as piscinas naturais que se formam entre os rochedos e as lindas paisagens. Recomendamos o passeio!

 
 Prainha Guarda do Embaú

Nossas dicas são: calçar um tênis e evitar caminhar de chinelo, pois há pedras escorregadias no caminho; e levar lanche e água, já que a Prainha é praticamente deserta e não conta com estrutura de apoio aos visitantes.

 

 


Ver todas publicações